A afetividade como a possibilidade de evitar  a Dependência Química

O trabalho interventivo que oferecemos em nosso espaço procura investigar e discutir a afetividade como a possibilidade de evitar e reverter os conflitos relacionados a dependência química.

É feito uma anamnese para identificar fragilidades nos vínculos afetivos intra-familiares e a possibilidade de estarem associados as queixas de dependências químicas.

Como metodologia deste trabalho usamos:

 

TESTE PSICOLÓGICO
ENTREVISTA SEMI DIRIGIDA ( História de vida desde infância, início do uso, relações familiares e formação dos vínculos afetivos)
SESSÕES PSICOLÓGICAS EM TORNO DO TEMA, AVALIADAS MINUCIOSAMENTE PARA QUE CADA ETAPA SEJA CONCLUÍDA NA HORA CERTA
DEVOLUTIVA DOS RESULTADOS ( quantitativos e qualitativos da pesquisa)

 

Este processo psicoterapêutico não tem prazo pré determinado e cada caso deve ser avaliado de forma individual. Para maiores informações favor entrar em contato com a nossa Clínica. teremos o imenso prazer em atendê-los!

Atenciosamente

 

Rosana Costa – Psicóloga CRP 06/82997

Rua Leite de Morais, 306 – 11 3582 1271 // 98906 5534 // 99770 0327 (WhatsApp)

Projeto de Intervenção Psicológica em Dependência Química
1
Olá!
Gostaria de tirar alguma dúvida ou agendar uma consulta?
Powered by